Produto:

 

Startup fatura R$ 6 mi com logística e análise de resultados de amostras grátis

 

Lançada em 2017, paulistana Samplify já atua em mais de 300 cidades e tem clientes como Unilever, O Boticário, Coca-Cola e Nestlé

A startup paulistana Samplify modernizou a forma de distribuir amostras grátis por meio de parceiros, segmentação de público-alvo e tecnologia que mensura o resultado das campanhas. A empresa utiliza um modelo de marketplace que conecta locais para entrega das amostras e indústrias que procuram divulgar lançamentos.

Inaugurado no começo de 2017, o negócio já está presente em todos os Estados do Brasil, em mais de 300 municípios. O número de parceiros ultrapassa os 3 mil e o de clientes já chegou a 20 indústrias diferentes. O faturamento foi de R$ 6 milhões em 2017 e a meta para 2018 é dobrar este número.

Segundo o sócio proprietário da consultoria de marketing e vendas PRG Fernando Pierry, o mercado atua até hoje com um modelo de distribuição de amostras por meio de promotores. Normalmente são contratadas empresas que oferecem profissionais para fazerem a distribuição em gôndolas de supermercados, por exemplo.

O diferencial da startup, segundo Pierry, é mensurar o resultado de cada campanha. “Nunca tinha ouvido falar de um negócio que sistematiza esse tipo de serviço desta forma. Pelos clientes que eles têm, parecem estar conquistando o mercado.”

A Samplify chama de parceiros os estabelecimentos comerciais que recebem e distribuem as amostras. Entre eles há academias, bares, restaurantes, lojas e salões de beleza. Os clientes são as indústrias de bens de consumo que contratam o serviço da startup. Entre as empresas atendidas estão Unilever, O Boticário, Coca-Cola e Nestlé.

Segundo o CEO da startup, Ernesto Villela, o objetivo é beneficiar os parceiros que receberão amostras gratuitamente para distribuir ao consumidor final. Dessa forma, as empresas têm a chance de aumentar a fidelização de seus próprios clientes, com a doação dos produtos, e também garantir o sucesso das campanhas para a indústria.

“A indústria de bens de consumo lança produtos todos os dias e precisa de experimentação, assim damos as amostras para nossos parceiros distribuírem como brindes”, diz Villela.

Para contratar os serviços da Samplify, é preciso que a fabricante solicite a distribuição mínima de 100 mil amostras. Há uma taxa inicial de R$ 1,00 por amostra, podendo aumentar de acordo com o grau de segmentação do público-alvo ou ter descontos em caso de quantidades maiores.

Varejistas ou prestadores de serviços interessados em se tornar parceiros podem fazer o cadastro no site para receber os brindes que serão dados ao consumidor final. É preciso que o estabelecimento liste características do tipo de produto que quer receber. “Um cabeleireiro parceiro, por exemplo, procura amostras que tenham a ver com o serviço oferecido, como perfumes e cosméticos”, explica Villela.

Medindo o sucesso

Segundo o empreendedor, a startup utiliza dois formatos para checar o resultado das campanhas. O primeiro é por meio da tradicional pesquisa com o consumidor. A coleta de dados pela internet oferece algum brinde para atrair os usuários a responderem um questionário sobre as amostras experimentadas.

Já a pesquisa por telefone é realizada, normalmente, por um instituto de pesquisa contratado. Esse formato tem o objetivo de verificar o aumento de vendas definindo a região, como e por quanto tempo serão entregues as amostras.

A partir disso, a empresa se conecta com os principais vendedores do produto naquela localidade, como um supermercado, por exemplo, e analisa em tempo real as vendas.


Fonte: DCI por: GIOVANNA BUENO DAGNINO 



Voltar para todas as matérias
  • LASERTOOLS PROMOCIONAL GRAVAÇÕES
  • Brindes Rio de Janeiro, Brindes Personalizados Rio de Janeiro | Brindes Design
  • Brindes, Brindes Personalizados e Brindes Corporativos - Davanas Brindes
  • Brindes Corporativos e Brindes Personalizados | QG Brindess